LGPD: Entenda como ela se relaciona com o setor de compras 4.0.

Mulheres que são da área de compras, olhando no computador se a empresa está seguindo todas as regras de LGPD

LGPD é uma forma de proteger dados e garantir uma relação mais transparente na cadeia.

 

Muito se falou de LGPD nos últimos anos, mas pouco ainda se fala sobre a importância dela, especialmente em áreas como o setor de compras. A Lei de Proteção de Dados foi criada com o intuito de estabelecer regras e regulamentar o uso de informações dos usuários quando entram em qualquer ambiente digital, garantindo que possam ter a liberdade de excluir ou gerenciar até que ponto a empresa pode usar seus dados. 

 

De maneira simples, os usuários podem descobrir facilmente como suas informações estão sendo usadas e escolher o que fazer com isso, totalmente respaldados pela lei. Isso evita vazamento de dados e garante maior segurança e privacidade para eles quando estão comprando online e a loja virtual tem informações pessoais, de cartão e de tudo, por exemplo. 

 

No entanto, apesar de parecer ser uma lei voltada para compras online, ela serve para diversas relações comerciais e transacionais, e é aí que entra a área de compras 4.0

 

O que é compras 4.0?

Esse conceito de compras 4.0 foi criado a partir da quarta revolução industrial, que surgiu para mudar a forma como as pessoas e empresas interagem, automatizando processos inteiros e incorporando a tecnologia no cotidiano de todas as maneiras possíveis.

 

Algumas dessas inovações são:

  • Big Data Analytics
  • Inteligência artificial
  • Internet das coisas
  • Sistemas cibernéticos
  • Robótica
  • Computação em nuvem
  • Machine learning
  • Sistemas ciber-físicos

 

No entanto, a verdadeira revolução está em levar agilidade, transparência e eficiência para as empresas. Apesar das novas tecnologias que caracterizam a Indústria 4.0, seu maior legado está na forma como as conexões do mundo corporativo estão sendo otimizadas, o que inclui a relação entre fornecedores e empresas, e a forma como a área de compras vai lidar com toda a enorme quantidade de dados absorvida pelo processo de negociação.

 

Como a LGPD entra nas compras 4.0?

A conexão entre LGPD e compras 4.0 se deve a forma como cada empresa lida com as informações obtidas dessa relação. Uma das formas de criar essa proteção de dados é exatamente pedindo autorização explícita do fornecedor ou cliente para que ele esteja ciente do uso, além de, claro, ter a tecnologia e mecanismos que o assegurem da confiança e segurança de tudo que está ali. 

 

Por isso, é importante encontrar tecnologias e plataformas parceiras que asseguram essa proteção de dados para sua empresa poder fazer uma boa gestão de compras sem se preocupar em vazar informações. 

 

Na Nimbi, por exemplo, fazemos questão de seguir as normas da LGPD muito antes da lei entrar em vigor, garantindo que haja uma cibersegurança durante todo o processo de automação, seja na homologação de fornecedores, cotações, leilões, negociações, seleção de catálogos ou visualização de pagamentos. O formato do sistema assegura que apenas certos profissionais da equipe tenham contato com dados mais sensíveis e, assim, adicione mais uma leva de segurança para seus parceiros ficarem tranquilos. 

 

Assim, fica claro como é importante garantir que está na lei, mas também assegurar para os membros da sua cadeia de suprimentos que essa relação vai permanecer transparente e direta com segurança. 

 

Quer saber mais como melhorar sua gestão de compras? Leia nosso blog ou entre em contato com a Nimbi.
Acesse também nossas redes sociais: FacebookInstagramLinkdIN e Youtube.

Compartilhar: 

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin