Gestão estratégica em compras: entenda como a relação com fornecedores mudou.

Gestão estratégica em compras atualmente precisa focar em construir confiança e parceria com ferramentas para isso.

 

Quando você escolhe um fornecedor costuma pensar em quê? Preços, prazos, condições de pagamento, claro, mas e o resto? Identificar um bom parceiro, aquele que vai ajudá-lo com alguma demanda urgente ou ajustar parcelas em momentos difíceis, vai muito além disso. É preciso ter uma gestão estratégica em compras que realmente leve outros fatores em consideração.

Afinal, dificuldades vão surgir e, para isso, sua empresa precisa de parceiros que realmente ajudem nesses momentos e entendam o significado da palavra que os nomeia. 

 

A relação comprador-fornecedor mudou no e-Procurement.

 

“Houve uma evolução da mentalidade fria de apenas ‘fornecer’ para uma relação estratégica. Os fornecedores atualmente precisam atuar como parceiros de negócio dos seus clientes“, explica Carolina Cabral, CEO da Nimbi. 

Hoje, ambos stakeholders precisam estabelecer uma base de confiança a partir de seus valores e condutas, realmente identificando cada competência do outro e mantendo uma comunicação transparente e clara durante todo o processo de compras estratégicas

Para isso, a tecnologia aparece como ponto de apoio crucial que garante que esse viés estratégico da relação e evolução de papéis necessário seja estabelecido. Com ferramentas de e-Procurement, o negócio automatiza diversas etapas da jornada de compra como a homologação para identificar o perfil do fornecedor, categorizá-lo e entender sua capacidade técnica, operacional e econômica mais a fundo. 

Empresas de e-Procurement dão soluções que realmente se encaixam nessa realidade e dão segurança a todos da cadeia de supply chain. 

 

O Certifica+, por exemplo, dá acesso a relatórios de risco e permite que a empresa faça questionários personalizados, workflows de aprovação flexíveis e documentos padronizados para essa gestão estratégica em compras. Assim, é possível ter avaliações precisas com notas atribuídas automaticamente, controlar prazos de documento com recorrências automatizadas e fazer bloqueios para manter conformidade.

Além disso, sua relação com fornecedores se torna mais conectada com ESG, construindo uma validação de cadastros mais eficiente que faz sentido para o negócio. Afinal de contas, se um negócio preza pela sustentabilidade ambiental, por exemplo, seus fornecedores devem estar em sincronia com esse valor. Isso traz maior coesão para o processo, além de criar um laço de confiança com o próprio cliente final, que estará seguro que a empresa pensa na sustentabilidade de maneira verdadeira e não apenas superficial. 

Mais uma prova que essa relação fornecedor-comprador não só mudou como afeta cada vez mais a reputação e estratégia por trás de um negócio, independente do porte ou segmento. 

É por isso que a Nimbi tem essa vontade insaciável de inovar e criar tecnologias que realmente ajudem esses stakeholders a se manterem competitivos em um mercado que muda tanto. Seja com o Certifica+ ou nosso próximo grande projeto, vamos sempre construir essa (r)evolução do e-Procurement para expandir a gestão estratégica em compras para todos os tipos e tamanhos de negócios.

Quer fazer parte disso? Saiba mais das nossas novidades entrando em contato conosco e lendo nossos artigos por aqui.

Compartilhar: 

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin