LGPD: conheça estratégias para tratamento de dados da sua empresa.

LGPD

Lei que surgiu para mudar a maneira como os negócios veem os dados de clientes e parceiros.

 

Empresas estão alcançando resultados significativos ao investir na privacidade e proteção de dados como as da LGPD e, consequentemente, ganhando ainda mais confiança de seus clientes. Pelo menos é o que diz um estudo da fabricante de equipamentos eletrônicos Cisco, que realizou uma pesquisa com 26 países, incluindo o Brasil.

 

Entre os negócios que atuam por aqui, o retorno desse foco em privacidade tem sido de 2,8 vezes o valor investido, enquanto a média internacional é de 1,8. Este é apenas um exemplo de como a proteção de dados pode ser vantajosa para empresas brasileiras de todos os tamanhos. Afinal, dados pessoais e sensíveis de clientes, colaboradores e fornecedores bem cuidados evitam sanções administrativas e ainda ajudam na reputação corporativa.

 

Tendo em vista os perigos e problemáticas de lidar incorretamente com dados, a LGPD (Lei de Proteção de Dados) entrou em vigor em 2020. No entanto, foi apenas em fevereiro de 2023 que ANPD (Autoridade Nacional de Proteção de Dados) divulgou as definições de parâmetros da aplicação das punições, que vão desde advertências até a proibição total dos exercícios de atividades relacionadas ao tratamento de dados. 

 

Para se manter em conformidade com a LGPD, toda empresa precisa buscar ferramentas e estratégias que a ajudem a estar sincronizada com as novas regras. 

 

Que estratégias um negócio pode implementar para melhorar o tratamento de dados?

Banco de dados criptografado

É fundamental que tenha um banco de dados próprio que esteja criptografado, assim, caso ocorra um ataque cibernético, os elementos ficarão ilegíveis e protegidos. É simples e muito eficaz!

 

Permissão de acesso por usuários

Ao obter qualquer sistema de gestão empresarial, é importante ter a possibilidade de criar categorias de funções para os membros da equipe e da empresa. Se essas permissões estiverem mais restritas, fica mais fácil notar qualquer tentativa externa de acesso ao seu supply chain e ainda impede que colaboradores tenham acesso a dados de outros funcionários ou parceiros como folha de pagamentos, endereço, entre outros. 

 

Registro de logs

Ter um histórico de acessos e ações no sistema é essencial para saber qual usuário acessou os dados, se ele foi alterado ou excluído e até se as informações foram manipuladas. Com base nisso, o processo ganha maior transparência e segurança.

 

Relatório flexível

Com a LGPD, qualquer usuário pode entrar em contato e pedir seus dados para a empresa, questionando sua finalidade. Por isso, ter uma ferramenta que faça relatórios rápidos automatizados dessas informações torna tudo mais fácil e seguro para o cliente. 

 

Gestão de documentos

Muitas plataformas têm um módulo de Gestão Eletrônica de Documentos (GED), que permitem que todos os arquivos sejam armazenados e criptografados digitalmente com a permissão de acesso apenas de alguns usuários, o que possibilita uma boa administração de contratos e informações. 

 

No sistema de gestão de compras da Nimbi, por exemplo, é possível fazer o controle automatizado de contratos com fornecedores dando maior visibilidade para seus clientes na convocação para processos de concorrência e permitindo sincronização de cadastros. 

 

Contrate parceiros confiáveis

Ao escolher bons parceiros, sua empresa se protege de todos os lados. Na área de compras, por exemplo, é possível contratar a Nimbi, uma plataforma que automatiza seu processo de compras e tem um marketplace B2B com mais de 400 mil itens indiretos pré-negociados para seu negócio usufruir.

 

Além de ter os benefícios de otimização e estratégia nesse sentido, a Nimbi se preocupa e já investe em tecnologias com base na LGPD muito antes da implantação da lei, garantindo maior segurança para todas as transações que faz por lá. Ela une itens desta lista que vão desde a criptografia dos dados até o acesso específico de diferentes cargos do seu time de compras, que pode ser configurado por você na plataforma, dando o histórico completo de tudo que foi feito no pedido ou contrato. 

 

Dessa forma, sua empresa consegue estar adequada a LGPD, garantir segurança e ganhar a confiança de clientes e parceiros para fazer a diferença no mercado. Quer entender ainda mais sobre esse mundo da gestão de compras?Leia também: Supply Chain com estratégia: entenda o que você precisa para seu setor de compras evoluir.

 

Leia os novos artigos do blog e acesse também nossas redes sociais: FacebookInstagramLinkdIN e Youtube.

Compartilhar: 

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin