O que é 3PL e quais as vantagens deste modelo logístico

3PL

Se para a distribuição das mercadorias, sua empresa conta com uma transportadora terceirizada, ela atua no modelo 3PL. Talvez, você não saiba o que essa sigla significa (ainda), mas ela faz parte de um conceito mais amplo. O PL é referente a Party Logistics (Partes Logísticas), que é dividido em cinco níveis e o terceiro, foco do nosso artigo de hoje, trata justamente dessa parceria entre empresas.

O 3PL traz uma série de benefícios para os embarcadores. Isso porque, ao terceirizar a movimentação da carga, transportador e embarcador dividem as responsabilidades. Entre elas, algumas bem importantes que se refletem na redução de custos! Mas, no decorrer deste artigo, você conhecerá melhor os detalhes e vantagens desse modelo. Acompanhe e saiba mais!

3PL: conheça melhor a terceira parte logística

Antes de entrarmos nas especificidades da Third Party Logistics (3PL), é bom conhecer quais as outras esferas que compõem esse conceito. Cada nível (com exceção do primeiro) é referente a um modelo e determina as responsabilidades dos parceiros terceirizados.

  • 1PL ― Logística Primária: como adiantamos, este nível não envolve nenhuma outra empresa. Aqui, o embarcador tem sua própria frota para distribuição dos seus produtos.
  • 2PL ― Logística Secundária: conta com a terceirização do transporte apenas como apoio. Ou seja, mesmo com caminhões à disposição, recorre a parceiros para suporte.
  • 3PL ― Logística de Terceiros: chegamos ao tema do nosso artigo. Neste modelo, a empresa terceiriza toda a movimentação rodoviária de suas mercadorias, ficando responsável pelo gerenciamento das transportadoras.
  • 4PL ― Logística da Quarta Parte: o parceiro contratado tem mais autonomia. Assim, além de transportar, pode comprar, armazenar e distribuir novos produtos.
  • 5PL ― Logística da Quinta Parte: a relação já extrapola o transporte e o parceiro oferece soluções que supram outras necessidades da cadeia.

O 3PL não é uma novidade no mundo logístico. A terceirização já ocorria na década de 70, mas foi só nos anos 90 que começou a receber atenção, inclusive, de especialistas e estudiosos da área. Mas, mesmo sendo uma realidade, o fato é que agora, em 2021, o boom do comércio eletrônico motivou empresas menores a migrarem do nível 1 ou 2 para o 3PL. E, no próximo tópico, você entenderá melhor as vantagens que levam muitos a aderirem a esse modelo.

5 benefícios do modelo logístico 3PL

Eficiência

O primeiro ganho ao migrar para o 3PL é, sem dúvidas, o ganho de eficiência da área de logística. E, também, o benefício mais imediato, aquele que, logo nas primeiras viagens, é percebido pela equipe. Afinal, os colaboradores não precisam mais lidar com todas as rotinas que envolvem a frota, como manutenção e regularização da documentação dos caminhões. Agora, isso passa a ser responsabilidade das transportadoras. Ao transferir essas tarefas, a área ganha tempo para se dedicar a questões mais estratégicas e, de fato, relevantes para o sucesso do negócio.

Redução de custos

Pelo tópico anterior, certamente, você já pensou no dinheiro economizado ao terceirizar o transporte de cargas. E, de fato, essa é outra grande vantagem do 3PL. Definitivamente, manter a frota rodando com as revisões em dia e adequada às normas é extremamente custoso. Já com a terceirização, esse gasto não existe. Além disso, pode-se conseguir fretes mais baratos por negociações com base no volume ou frequência.

Abrangência das operações

Quem conta com uma frota própria, certamente, consegue arcar com um número limitado de veículos. Afinal, esse não é o core business do negócio e os investimentos devem priorizar o que, realmente, traz lucro. Porém, isso leva a um problema que afeta diretamente a competitividade: suas operações ficam restritas aos poucos caminhões para escoamento. Também, o alcance acaba sendo muito mais regional, impedindo que sua empresa chegue mais longe, em outras regiões e clientes. Ao aderir ao 3PL, é possível manter contato com quantas transportadoras forem necessárias para dar andamento às entregas.

Adequação às necessidades do mercado

Hoje, o frete tem o poder de decidir uma compra. Na verdade, dois fatores relacionados a ele encabeçam a lista de apenas 3 motivos que fazem um consumidor abandonar o carrinho. De acordo com uma pesquisa realizada pelo Reclame Aqui, 63,9% dos entrevistados disseram que o frete mais caro é o responsável por fazê-los desistir da compra. Já para 18,6%, o quesito principal é prazo de entrega, enquanto a forma de pagamento é a razão para cancelamento de apenas 6,7%.

Ou seja: oferecer entrega rápida e barata é um dos grandes desafios que a gestão logística enfrenta atualmente. Terceirizar as operações de transportes de cargas é o primeiro passo para conseguir alcançar essas metas.

Promove a transformação digital

Uma coisa é fato sobre o 3PL: mesmo que a movimentação das cargas não seja responsabilidade direta do embarcador, ele precisa gerir quem faz essa parte. E como uma das vantagens do modelo é poder trabalhar com mais de uma transportadora ao mesmo tempo, é preciso ter ferramentas adequadas para essa função.

E, hoje, já existem uma série de inovações capazes de inserir sua empresa na Logística 4.0. Contar com a tecnologia ajuda a encontrar gargalos, avaliar os parceiros e as soluções mais completas constroem uma verdadeira torre de controle digital. Assim, o embarcador também consegue acompanhar o deslocamento do TAC, trabalhando em conjunto à transportadora para a resolução de problemas, caso eles aconteçam.

No artigo Transporta: gestão do transporte de mercadorias em tempo real, você conhecerá os detalhes de como opera e quais as funcionalidades de um desses sistemas. Leia e confira as vantagens que garantem uma economia de até 30% com os custos da operação logística aos embarcadores. Boa leitura!

 

Compartilhar: 

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin