Sourcing em compras: entenda a importância para a sua empresa.

Mulher acessando seu computador para conferir algumas strategic sourcing em compras

Sourcing em compras beneficia o clima organizacional de uma empresa, garantindo recursos e ferramentas para ela crescer.

 

Uma boa gestão de supply chain precisa de alguns elementos para se manter. Além de ter uma equipe muito bem treinada e pilares de ESG em mãos, ferramentas e métodos como o sourcing em compras ajudam essa área a se desenvolver de maneira ainda mais estratégica e competitiva para se destacar no mercado atual. 

 

Normalmente, uma empresa precisa de fornecedores para atender suas demandas de bens e serviços para criar uma base importante de insumos e produção, construindo um ciclo saudável de funcionamento. 

 

Esse processo inicial de identificação, análise e negociação com fornecedores costuma ser chamado de sourcing, que é essencial para construção e manutenção dessa cadeia para que a empresa não só consiga bons preços e qualidade, mas também tenha bons relacionamentos com esses parceiros. 

 

Hoje em dia, é muito discutido como é importante ter um strategic sourcing em compras para que todopara todo o processo de procurement seja alinhado e eficaz, afinal é uma parte integral e contínua do trabalho da equipe de compras.

 

Qual é a diferença entre procurement e sourcing?

Os processos de procurement e sourcing em compras são muito usados como sinônimos, mas nem todos sabem que abordam questões diferentes. 

 

Enquanto o procurement é a gestão de fluxos de trabalho interno que contam com tarefas como cotação de orçamentos, criação de pedidos, administração de pagamentos e gestão  entregas; o sourcing envolve pesquisar, homologar, negociar e contratar fornecedores, Como pode ver, o segundo faz parte do primeiro, que abrange outras ações sistemáticas. 

 

Tanto o procurement quanto o sourcing ganharam variações e papéis ainda mais inovadores e estratégicos nos dias atuais.

 

Com o uso de plataformas de e-procurement foi possível automatizar essa gestão de compras antes manual para que, assim, o processo desde a homologação até a visualização e organização de pagamentos pudesse ser otimizado, garantindo que as equipes de compras focassem no strategic sourcing e outras formas mais estratégicas de lidar com o supply chain e fazê-lo evoluir. 

 

Quais são as etapas de strategic sourcing?

Esse processo contínuo e estratégico de sourcing em compras permite que as empresas analisem regularmente seus parceiros e como se encaixam no supply chain de modo que identificam novas oportunidades e alocam recursos com maior inteligência e sabedoria. 

 

Dependendo do setor ou porte do negócio, o sourcing pode mudar muito, mas cabe a cada um entender alguns princípios básicos da solução:

 

  • Identificar as necessidades do negócio

Para começar o strategic sourcing, é importante fazer um levantamento dos fornecedores que já existem na empresa, todas as despesas e cruzar essas informações com as demandas para iniciar o processo de identificação das melhorias. Assim, você poderá identificar e categorizar cada produto ou serviço.

 

Em uma plataforma de e-procurement como a Nimbi, é possível baixar dados rapidamente e catalogar os produtos necessários de maneira rápida e intuitiva para ajudar a equipe a reproduzir pedidos e simular cotações mais rapidamente.

 

  • Fazer pesquisas de mercado

Entendendo as necessidades da empresa, é importante compreender o que o mercado quer e como a sua empresa se encaixa nesse cenário. Por isso, é importante pesquisar sobre seu negócio e os fornecedores que podem suprir suas demandas. Com um e-procurement, seria o momento ideal para enviar RFxs aos possíveis parceiros e examinar porte, receita e market share desses fornecedores para ter uma ideia do poder de negociação da sua empresa frente a eles.

 

  • Construir uma estratégia

Mais do que ver preços e prazos, o sourcing em compras leva em conta entender profundamente suas necessidades corporativas e analisar como o fornecedor pode atendê-las frente às suas políticas internas, valores éticos, compliance e ESG também.

 

No e-Procurement da Nimbi, por exemplo, existe um módulo que permite a criação de relatórios de riscos que dão à empresa um controle melhor para entender riscos jurídicos, criminais, reputacionais e ambientais de um possível parceiro, o que evita quebras de contratos, menos erros e maior segurança para o processo como um todo. 

 

  • Integrar e fazer gestão de fornecedores

O sourcing é apenas o começo de um relacionamento. Cabe às equipes de compras entenderem como acolher e integrar esses novos parceiros nos procedimentos diários e manter um canal sempre transparente e direto com eles. Ao utilizar um e-Procurement, fica fácil construir esse histórico com trackings de processo e rastreabilidade de todo o processo desde o primeiro pedido de cotação, o que faz toda a diferença.

 

Fazer uma boa gestão de compras no mercado atual exige um equilíbrio entre ferramentas digitais e métodos que realmente atendam às necessidades de uma empresa em todos os aspectos. Com a combinação do strategic sourcing e o e-Procurement, acreditamos que o potencial do negócio realmente evolui para a sustentabilidade e otimização do supply chain de maneiras incríveis. Basta apenas ter o parceiro ideal para isso. 

Se quiser conhecer ainda mais sobre a Nimbi, leia outros artigos ou entre em contato conosco. Acesse também nossas redes sociais: FacebookInstagramLinkdIN e Youtube.

Compartilhar: 

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin