Leilão reverso: saiba por que ele é uma boa alternativa na busca por saving

leilão reverso saving

Em qualquer segmento, um dos grandes desafios da área de compras é: alcançar o saving de forma estruturada, eficiente e transparente. Dentre as oportunidades disponíveis para alcançá-lo, o leilão reverso se destaca. Afinal, nessa modalidade o preço é o principal requisito para fechar negócio.

Mas realizá-lo não traz apenas benefícios financeiros. Neste artigo, você verá quais são eles, além de saber como a sua equipe pode dar início a um leilão reverso. Acompanhe e confira os detalhes.

Por que apostar no leilão reverso para alcançar o saving?

Diferente do tradicional, onde quem der o maior lance leva, o leilão reverso tem esse nome por, justamente, buscar o contrário. Nele, os compradores abrem a concorrência informando qual o preço base, as especificações técnicas do que se quer adquirir e convidando os fornecedores. Estes, por sua vez, disputarão entre si para ver quem consegue fechar negócio cobrando o menor preço.

Essa é a principal caraterística de um leilão reverso e, como você pode imaginar, é ela a responsável por trazer relevantes resultados ao setor de compras. Porém nada melhor que números para mostrar a assertividade desse modelo. Nas negociações de materiais, a economia pode chegar à média de 13%. Já nos serviços, é de 18%.

Há casos em que a negociação garantiu economia de 30%. É o caso das categorias de obra civil, MRO (Manutenção, Reparo e Operações), serviços de facilities, TI/TELECOM e Frete. Entretanto, a economia acontece, também, de maneira indireta. Um bom exemplo disso é o custo operacional, que é 14% menor do que a negociação realizada de forma tradicional.

Mesmo em apenas uma rodada é possível atingir ótimos resultados. Mas os dados mostram uma grande vantagem em utilizar duas rodadas com modalidades distintas (leilão inglês, japonês ou holandês). Em casos onde existiu essa fluidez entre os modelos, o saving médio obtido alcançou 13,8%.

Como organizar um leilão reverso?

Esta é uma dúvida bastante comum. Até porque, há pouco tempo, essas negociações deveriam acontecer cara a cara, com a presença física de um leiloeiro. Mas, de um tempo para cá, as tecnologias de e-procurement têm se adaptado às novas necessidades do setor de suprimentos. Agora, o leilão reverso pode acontecer de maneira 100% on-line em um ambiente que garante o compliance e a segurança dos dados.

Vale destacar que grande parte do esforço operacional na realização de um leilão reverso se dá antes do certame acontecer. Por isso, a recomendação é que a área já tenha acesso a uma ferramenta que possibilite a seleção e convite dos fornecedores de maneira automatizada e uma cotação prévia para alinhamento de escopo técnico.

E mesmo aqueles que já tenham o suporte de alguma plataforma podem contar com a terceirização desse serviço de compras. Assim, uma empresa parceira fica responsável pela pré-qualificação e organização do leilão reverso, bem como pela criação da estratégia de negociação, fomento de lances e apresentação dos resultados de forma clara. Desse modo, a equipe interna fica livre para focar em questões menos operacionais e mais estratégicas.

Além do saving, quais os benefícios dessa modalidade de aquisição?

Sabemos que, nem sempre, o preço é o critério decisivo para um contrato de fornecimento. Suporte, pontualidade, reputação do vendedor e outros aspectos devem ser considerados pela equipe de compras. Por esse motivo, muitos gestores ainda questionam a indicação do leilão eletrônico. Mas acontece que, como mencionamos, o esforço de qualificação acontece antes da primeira rodada. Ou seja, os fornecedores que estarão lá já sabem quais os detalhes da solicitação e estão homologados de acordo com as políticas da empresa.

O leilão reverso, inclusive, é uma das melhores formas de transacionar garantindo o compliance. Isso porque na forma eletrônica não há como burlar as regras e todas as rodadas ficam registradas. Essa operação digitalizada assegura a lisura do certame entre todos os participantes e elimina rumores de favorecimento.

Ainda, traz benefícios como:

  • maior transparência interna quanto aos critérios de decisão, de tomada de preços e condições comerciais;
  • redução do tempo de negociação e, consequentemente, do ciclo de fechamento do processo;
  • sem e-mails, reuniões, viagens e hospedagens, as despesas operacionais diminuem.

Como você viu, essa é uma opção que a sua equipe de suprimentos deve avaliar. Afinal, as vantagens do leilão reverso são muitas e o saving, como não poderia deixar de ser, é a principal, uma vez que essa modalidade tem como foco a economia.

Hoje, a realização de um leilão já não é exclusividade dos grandes players. Tanto tecnologias de e-procurement quanto soluções de outsourcing já estão ao alcance de negócios de todos os portes e segmentos. No artigo “Inteligência digital: centralize seu processo de compras com Nimbi eProcurement”, você confere os detalhes de uma das ferramentas mais completas do mercado. Boa leitura!

Compartilhar: 

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin