Como desenvolver uma boa comunicação entre embarcador e transportadoras?

comunicação com transportadora

Manter a comunicação com transportadoras faz parte do dia a dia de qualquer embarcador. Afinal, ela será a responsável por levar o seu produto até o destino, então, nada mais justo que você querer estar a par de tudo o que acontece com a carga. Mas, claro, há toda a troca de informações que acontece antes do embarque. Ou seja, são muitos os pontos de contato que essas duas frentes mantêm durante o trabalho.

O problema acontece quando a comunicação com transportadoras começa a sofrer ruídos. Mensagens não lidas, falta de atualizações, recados importantes que se perdem… o que em qualquer segmento poderia ser apenas um inconveniente, no caso do transporte rodoviário de cargas, ganha outra proporção.

Neste artigo, você verá como a comunicação com transportadoras pode se tornar mais segura e efetiva. Leia com atenção e saiba como isso pode ajudar, inclusive, a aumentar a assertividade do seu setor de logística.

Tecnologia: saiba como ela pode revolucionar a comunicação com transportadoras

É bem possível que você já use a tecnologia na comunicação com transportadoras. Aplicativos de mensagem, por exemplo, saem na frente quando o assunto é canal preferido para conversar com os parceiros comerciais. Os e-mails, embora já utilizados há mais tempo, não podem ficar de fora dessa lista.

Porém, essas inovações têm algo em comum: nenhuma delas foi criada pensando nas necessidades de comunicação B2B, como garantir o compliance. Por isso, investir em soluções que eliminem esses ruídos é essencial para os embarcadores. Veja outros aspectos que podem ser otimizados quando a boa comunicação com a transportadora é privilegiada por meio de uma ferramenta adequada:

  • históricos: esses são outro ponto delicado quando a comunicação acontece de maneira difusa, por vários canais. Confirmar informações se torna difícil, já que a busca deverá ser feita manualmente. Por outro lado, quando centralizada em uma tecnologia própria, eles ficam organizados e à disposição de diferentes colaboradores;
  • centralização: contar com um único local para manter as mensagens é uma forma de aumentar, inclusive, a produtividade da sua equipe de logística. Com acesso rápido aos contatos e a segurança dos dados garantida, fica mais fácil gerenciar as cargas em transporte e agir ao menor sinal de problemas;
  • acesso compartilhado às informações: a centralização que mencionamos acima se dá em uma plataforma, não em um membro da equipe. Desse modo, todos podem ter acesso às informações de parceiros comerciais, não ficando dependente de um ou outro colaborador para saber como está determinada demanda.

Atualmente, os embarcadores já podem contar com sistemas TMS que têm o foco na boa comunicação com as transportadoras. Aliás, esse deve ser um fator decisivo na hora de escolher a melhor plataforma! No próximo tópico, você saberá os detalhes do que não pode ficar de fora de um bom sistema de gestão de transportes.

Comunicação com transportadoras: saiba o que observar na hora de escolher um TMS

O ecossistema que envolve transportar uma carga é bastante complexo. Não por acaso é comum que embarcadores utilizem de 4 a 5 programas diferentes para fazer a gestão da logística. Entretanto, muita coisa mudou nos últimos anos e, agora, negócios de todos os portes podem contar com as vantagens do modelo SaaS na logística. Os Softwares as a Service são capazes de construir uma verdadeira torre de controle digital, onde é possível acompanhar, em tempo real, a chegada de um produto ao destino e acessar um dashboard interativo para análise dos resultados.

No que diz respeito à comunicação com transportadoras, as facilidades que o sistema oferece devem ser observadas de perto. Afinal, as tecnologias vêm para facilitar o dia a dia, portanto precisam ser completas e englobar essa parte tão importante da gestão da logística. Segurança de dados, centralização das informações e facilidade no uso são aspectos essenciais.

Entretanto, não podemos esquecer dos Transportadores Autônomos de Cargas, os TACs. O TMS também precisa fazer a ponte entre eles e o embarcador. O Transporta, da Nimbi, por exemplo, oferece um aplicativo que estabelece esse contato. Integrado com o Waze e o Google Maps, ele auxilia o caminhoneiro a desviar de congestionamentos ou buscar rotas alternativas. Permite, ainda, a digitalização dos canhotos, o que elimina gastos com ferramentas extras.

Mas esse é apenas um dos diferenciais que o colocam como um dos mais completos TMS disponíveis no mercado. No artigo “Transporta: como o TMS da Nimbi te deixa no controle da operação logística”, você verá como ele constrói uma verdadeira torre de controle logístico.

Compartilhar: 

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin