Transporta: como o TMS da Nimbi te deixa no controle da operação logística

TMS Transporta Nimbi

Com a expertise de mais de 108 mil viagens e a movimentação de R$ 19 bilhões em mercadorias, a Nimbi traz, para os embarcadores de todo o país, um TMS robusto, adequado à rotina complexa dos profissionais dessa área: o Transporta. Ele permite a centralização de todas as operações, do planejamento ao controle, em um só painel atualizado em tempo real. Assim, faz a gestão integrada com informações de viagens, NFs, ocorrências e agendamentos, tudo em um dashboard interativo.

O Transporta faz parte de uma nova geração de sistemas TMS, muito mais conectados e adequados às necessidades da Logística 4.0. Afinal, o transporte ganhou um peso muito maior com a chegada dos e-commerces e a corrida pela melhor entrega. O frete, inclusive, passou a ser um fator decisivo para a compra. Dessa forma, falhas nessa parte do processo podem invalidar todo o caminho que levou o cliente a fechar negócio.

Entretanto, para que isso seja possível, é necessário que o gestor tenha total controle da movimentação das cargas. E é nesse ponto que a plataforma da Nimbi se mostra a melhor opção. Continue lendo e veja como o Transporta deixa você no controle da sua operação logística.

Conheça o Transporta, o TMS desenvolvido pela Nimbi

Embora já seja utilizado desde os anos 90, muita coisa evoluiu quando falamos em sistema TMS. Um dos pontos mais expressivos, sem dúvidas, é a integração. Antes, esse software trabalhava quase de maneira isolada e era necessário o uso de várias outras ferramentas de apoio. Esse era um grande gargalo para os embarcadores, uma vez que aumentava os custos da gestão de entregas e, também, tornava todo o processo mais burocrático e sujeito a erros. Otimizar a rotina do embarque das cargas foi um dos pontos de partida para a criação do Transporta.

Porém, a Nimbi também sabe que o processo não acaba quando o caminhão pega a estrada. Por isso, o monitoramento de cargas é outro diferencial importante! Com o TMS da Nimbi, o embarcador consegue realizar toda a gestão de mercadorias em tempo real e acompanhar a movimentação do TAC responsável pela remessa.

Ainda, o contato com os motoristas é feito via um app que mantém a comunicação entre as partes. Integrado com o Waze e o Google Maps, ele auxilia o caminhoneiro a desviar de congestionamentos ou buscar rotas alternativas. O aplicativo permite, ainda, a digitalização dos canhotos. Essa funcionalidade elimina gastos com uma ferramenta extra, uma vez que essa função é comumente cobrada a parte ou feita em diversos sistemas por outras empresas.

Veja como o Transporta constrói uma verdadeira torre de controle logístico

Pelas características que mostramos acima, já dá para entender o objetivo do Transporta: proporcionar aos gestores uma torre de controle das operações que envolvem o transporte de cargas. Para isso, o TMS da Nimbi disponibiliza, em um só lugar, as duas etapas que competem ao embarcador. São elas:

  • planejamento: criação de pedidos, entregas e viagens, bem como a oferta do frete às transportadoras parceiras;
  • controle: monitoramento, registro de ocorrências, visibilidade dos CTEs e confirmação de entrega.

A centralização das tarefas confere agilidade à atuação dos profissionais de logística. Isso porque, com as atualizações constantes, fica muito mais fácil antecipar os problemas e resolvê-los rapidamente, sem prejuízo em relação à entrega. Confira algumas das funcionalidades do Transporta.

Acompanhamento em tempo real

Saber o que está acontecendo com a carga, especialmente se for em tempo real, pode ser traduzido como um diferencial importante. Talvez, seu cliente final não perceba esse cuidado, mas os seus resultados, certamente, mostrarão como uma tecnologia de monitoramento faz diferença.

Essa funcionalidade do Transporta vem para dar ao gestor a possibilidade de agir ao menor sinal de imprevistos. No caso de uma ocorrência na estrada que possa impactar o prazo de entrega, ao saber em tempo real, dá para avisar o cliente, por exemplo. Em casos mais graves, como no roubo ou extravio da carga, pode atuar para minimizar os danos junto aos compradores, já operacionalizando um novo envio.

Indicadores de desempenho

Hoje, os embarcadores devem estar atentos a cada etapa da movimentação da carga e todos os passos dados pelo transportador. Afinal, para o cliente que receberá a encomenda, um atraso ou avaria prejudica, diretamente, a imagem de quem prometeu cumprir esses quesitos. Por isso, é preciso ficar atento aos dados gerados por cada uma das viagens. Atrasos, desvios de rotas, ocorrências mecânicas, trânsito e outros indicadores de desempenho servem para que o gestor possa identificar e sanar esses gargalos.

Mas contar com indicadores de performance claros traz outras vantagens para o embarcador, tais como:

  • tornam a área de logística um centro estratégico ao alinhar as ações ao planejamento do negócio;
  • possibilitam analisar de forma muito mais clara a performance dos parceiros;
  • dão base para uma tomada de decisão ágil e assertiva;
  • ajudam a encontrar gargalos produtivos e financeiros.

Em relação ao último ponto, os embarcadores que realizam a gestão do transporte por meio do Transporta conseguem reduzir os custos da operação em até 30%. É importante mencionar também que a plataforma opera em nuvem. Ou seja, não há necessidade de instalação física e a implementação fica por conta da Nimbi. E, por ser uma solução SaaS (Software as a Service), o pagamento é feito por meio de mensalidades, sem cláusula de fidelidade.

Então, pronto para construir uma torre de operação logística? Entre em contato com a Nimbi e converse com um de nossos consultores para mais detalhes.

Compartilhar: 

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin