Sistema TMS: o que é e quais os seus benefícios?

sistema tms

De uns anos para cá, a gestão do transporte rodoviário de cargas passou por uma verdadeira revolução 4.0. Neste novo cenário, já não há espaço para decisões baseadas na expertise ou no “feeling” dos gestores, apenas para aquelas apoiadas em informações concretas. Isso porque o sistema TMS, um velho conhecido dos embarcadores, tornou-se um poderoso aliado da logística orientada a dados. Mas, mesmo que a sigla seja bastante conhecida, é sempre bom entender o conceito que ela representa. Neste caso, estamos falando da abreviação de Transportation Management System que, em tradução, significa Sistema de Gerenciamento de Transporte.

Embora já seja utilizado desde os anos 90, muita coisa evoluiu quando falamos em sistema TMS. Um dos pontos mais expressivos, sem dúvidas, é a integração. Antes, esse software trabalhava quase de maneira isolada e era necessário o uso de várias outras ferramentas de apoio. Esse era um grande gargalo para os embarcadores, uma vez que aumentava os custos da gestão de entregas e, também, tornava todo o processo mais burocrático e sujeito a erros.

Neste artigo, você saberá quais outros aspectos do sistema TMS foram otimizados e por que ele é essencial para a gestão da logística. Acompanhe.

Sistema TMS: como ele fomenta a logística orientada a dados

O que antes era apenas um software, agora pode se tornar uma torre de controle 100% digital. Mas por que isso é importante? O motivo é simples: hoje, a logística orientada a dados é um conceito que dita o ritmo do segmento. Ela nada mais é que a utilização estratégica de informações pré-coletadas. Ou seja, acontece quando cada movimentação é registrada e, posteriormente, analisada em busca de melhorias.

No ecossistema no qual as transportadoras estão envolvidas, os dados estão presentes em todas as etapas do processo. Desde que o negócio é fechado com a transportadora até a mercadoria chegar ao cliente final, informações sobre faturamento, rotas, eficiência logística, cargas de retorno e, inclusive, o desempenho do TAC (Transportador Autônomo de Cargas) podem ser captadas.

Com isso em mãos, o embarcador tem um material robusto que o permite analisar toda a cadeia. Desse modo, contar com um bom sistema TMS é poder driblar muitos dos desafios da gestão da logística. Isso acontece porque todas as fases são centralizadas em um único local, o que facilita a coleta dos dados e a análise dos indicadores de performance mais relevantes.

Conheça outras vantagens de contar com um sistema TMS moderno

É bem possível que você já conte com um sistema TMS para fazer a sua gestão da logística. Porém, ele é o único software necessário ou você ainda precisa de outras plataformas, como roteirizador ou emissor de documentos? Esse é um dos motivos para conhecer os benefícios que a tecnologia trouxe para esse programa.

Para você ter uma ideia, um TMS moderno consegue cumprir, em um só lugar, as duas etapas que competem ao embarcador. São elas:

  • planejamento: criação de pedidos, entregas e viagens, bem como a oferta do frete às transportadoras parceiras;
  • controle: monitoramento, registro de ocorrências, visibilidade dos CTEs e confirmação de entrega.

Abaixo, você confere outros dois benefícios que as atualizações do sistema TMS trazem para a rotina dos gestores logísticos.

1. Roteirizador e ERP integrados ao sistema TMS

Os roteirizadores, comumente, são programas que não têm nenhuma integração com os outros softwares. Ou seja, para utilizá-lo, a maioria das empresas arca com mais custos. Além de, claro, aumentar o trabalho operacional de compartilhar as informações entre os diversos sistemas utilizados. Hoje, já é possível encontrar um TMS que acaba com esses problemas, uma vez que conta com um roteirizador de ponta, cria a demanda e planeja o trajeto do motorista, tudo na mesma plataforma, sem cobranças extras.

Ele ainda pode fazer isso de maneira automática, integrado ao ERP que a sua empresa já usa, a partir da inserção dos dados do pedido. O sistema TMS consegue iniciar a roteirização assim que tem acesso a informações como número da nota fiscal, destino, valores, volumes, etc.

Leia também: Roteirizador: como ele auxilia na logística e na redução de custos

2. Competitividade

Hoje, a tecnologia já está acessível a embarcadores de todos os portes. Então, apenas implementá-la não é o suficiente para se diferenciar da concorrência. Entretanto, usar as inovações para buscar melhorias constantes, eliminar gargalos e otimizar os processos é o que, de fato, tornará a empresa mais competitiva.

Neste tópico, cabe mencionar que um dos grandes benefícios atuais do sistema TMS é a função analytics. Todas as ações são registradas e geram dados valiosos que são visualizados em um dashboard único. Assim, ao eliminar muitas das tarefas operacionais que tomavam tempo da equipe e, também, fornecer relatórios, as plataformas são excelentes aliadas da logística orientada a dados e do saving.

Viu como muita coisa mudou no sistema TMS do seu lançamento para cá? Porém, essas inovações não são definitivas. Afinal, o mercado evolui e o software mais importante para a gestão da logística precisa acompanhar essas necessidades. Mas, além dessas vantagens que você leu acima, ele pode agregar, inclusive, na segurança do transporte de carga. Leia o nosso artigo sobre o tema neste link.

Compartilhar: 

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin