Compliance em compras: como ele é um fator estratégico essencial para a sua empresa?

Compliance em compras é quando sua empresa e seus fornecedores estão em conformidade com políticas internas.

 

Muitas vezes compliance em compras pode ser visto como um empecilho. Afinal, ter que agir conforme determinadas regras às vezes pode parecer que interrompe processos. No entanto, é importante lembrar que a calma e o método são fundamentais para garantir que essas tarefas não precisem ser refeitas ou comprometam a empresa de alguma forma. Isso sim seria um entrave, certo?

 

Por isso, estar em compliance, ou seja, em conformidade com as regras do negócio, dá transparência e segurança para uma empresa, de maneira que erros sejam evitados e o compromisso ético a que ela se propõe esteja sempre presente nas estratégias de compras e no dia a dia corporativo. 

 

Compliance em compras está longe de ser um conceito fundamental apenas na estratégia para empresas de grande porte. Existem cada vez mais pequenos negócios que têm usufruído dos benefícios de olhar para esse lado corporativo com seriedade. 

 

Segundo uma pesquisa da KPMG de 2019, os maiores riscos para compliance em uma empresa estão nas áreas:

  • Gestão de terceiros/contratos (82%)
  • Trabalhistas, segurança do trabalho, previdenciário e tributário (82%)
  • Concorrência, informação privilegiada e conflito de interesse (79%).

 

Cada uma delas exige sua atenção, e é por isso que  o setor de compras vem ganhando ainda mais importância. Afinal, a relação com o fornecedor é um elo forte, uma parceria essencial que precisa ser selada e protegida para que não vire  

uma fraqueza.

Como uma empresa pode cultivar o compliance em compras?

Para uma empresa se manter saudável e se sustentar a longo prazo, é fundamental que mantenha diretrizes sobre práticas éticas de antifraude e anticorrupção em seu supply chain, não só para si mesma quanto para seus fornecedores. Afinal, de que adianta cuidar das suas ações se esse parceiro também pode afetar sua produção ou reputação com problemas similares?

 

Tenha uma política interna

Um gestor pode até pegar algum modelo de política interna na internet para sua estratégia de compras, mas lembre-se que cada setor e negócio tem suas peculiaridades de sourcing e cabe a você entender quais são as suas e fazer um texto claro e objetivo sobre isso para ser divulgado e implementado por um comitê, que deverá ser criado para reforçar esses ideais. 

 

Incentive sua cadeia

Certifique-se que seus fornecedores estão cientes do seu código de conduta e sua postura de compliance, assinando um reconhecimento de conformidade junto com o contrato. Além disso, procure estimular, como uma estratégia da empresa, que esses parceiros criem o próprio controle para evitar fraudes, inclusive apresentando incentivos para quem o fizer como descontos e benefícios.

 

Comunique-se claramente

Transparência é uma das grandes chaves para o compliance em compras. Converse adequadamente com cada um dos seus stakeholders, seja fornecedor, cliente ou colaborador, e transmita seus valores e ações que pratica. Se possível, faça treinamentos para reforçar a importância dessas políticas e como elas funcionam, fazendo auditorias e verificações periódicas para saber se estão sendo implementadas. 

 

Use ferramentas digitais

A tecnologia é uma grande aliada do compliance, mantendo a vigilância dos perigos que sua empresa pode estar correndo por meio de automações e fluxos pré-definidos. Assim, o negócio não só adquire maior confiança por meio de processos de homologação e rastreabilidade, como também centraliza todas suas tarefas em uma só plataforma, garantindo o cadastro, avaliação, inspeção de terceiros e estratégias de compras mais concretas. 

 

No e-Procurement da Nimbi, por exemplo, é possível escolher, dentre diversos módulos, qual melhor se adequa a sua empresa, montando planos que funcionam para sua realidade. Se quiser pedir relatórios de riscos, por exemplo, o módulo Certifica ajuda a fazer análises de critérios financeiro, fiscal, reputacional, trabalhista, ambiental, de corrupção e até criminal. No entanto, se também precisar de padronização do processo de compras, os módulos Compra e Catálogo ajudam no controle e respeito das regras e políticas de aquisição (compliance).

 

É a partir de ações como estas que seu negócio pode formar uma base forte e estruturada de estratégia de compras para se manter firme no mercado e garantir seu lugar por lá, especialmente se tiver e cultivar parceiros como a Nimbi e fornecedores confiáveis que vão auxiliá-lo durante toda essa jornada sustentável de inteligência de supply chain. 

 

Quer ajuda com isso? Nosso blog tem diversas dicas sobre o mundo da gestão de compras, confira no link!

 

Compartilhar: 

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin