Compras de indiretos: aprenda como um marketplace B2B pode auxiliar nesse processo

Compra de indiretos

As compras de indiretos são um gargalo nas equipes de suprimentos de qualquer empresa. Independente do segmento, lá está o mesmo entrave: materiais simples, vindos de negociações recorrentes, que dividem atenção com tarefas muito mais estratégicas, como a aquisição de matérias-primas. Enquanto muitos ainda pensam em como resolver esse problema, outros já vêm aderindo ao marketplace B2B, um ambiente corporativo que centraliza os catálogos e torna todo o processo muito mais ágil.

Essas plataformas vêm ganhando espaço em organizações de todos os portes. E não é para menos! Com elas, é possível automatizar até 70% do processo da compra de indiretos e alcançar saving de, em média, 15%. A premissa é simples: proporcionar aos usuários um lugar onde todos os catálogos, itens e fornecedores estejam à disposição para a compra de maneira simples. Ou seja, visa a trazer a experiência de um marketplaceB2C para as transações B2B.

Se esse conceito ainda é novidade para você, continue lendo este artigo. Nele, exploraremos melhor o mundo dos marketplace B2B. Também, mostraremos como eles ajudam a área de suprimentos a se tornar um centro estratégico com a otimização da compra de indiretos. Acompanhe!

Como funciona a compra de indiretos em um marketplace B2B?

É muito provável que você já tenha acessado um marketplaceno seu dia a dia para compras pessoais, certo? Afinal, o formato tem se popularizado e se mostrado um bom lugar para conhecer novos produtos e oportunidades de negócio. Quando a plataforma tem o objetivo de facilitar as transações B2B, acontece quase que a mesma coisa. Bom, é inegável que a navegabilidade é bastante parecida com os ambientes B2C, ou lojas online. Isso porque a experiência dos usuários ― no caso, requisitantes e compradores― precisa ser simples e intuitiva.

Entretanto, existe uma diferença bastante significativa entre as duas modalidades de marketplace. No caso do B2C, qualquer um pode oferecer seus produtos ou serviços, sem critérios específicos de qualidade ou credibilidade. Mas isso muda quando a transação ocorre entre empresas. Aqui, os fornecedores são pré-qualificados e os catálogos são montados com itens já negociados. Assim, garante-se que os usuários recorram a parceiros confiáveis e que cumpram com os requisitos estabelecidos pela política de compras da empresa.

Um bom exemplo é a plataforma desenvolvida pela Nimbi. Nela, a equipe de suprimentos tem acesso a mais de 100 mil itens, de diferentes categorias, já negociados e catalogados. Para conseguir oferecer essa variedade, o cadastro de produtos e a seleção dos fornecedores fica por conta dos serviços da Nimbi, sempre em consonância às políticas e compliance do contratante.

Leia mais: Por que o Nimbi Private é a solução que a sua equipe de suprimentos precisa?

Com a ferramenta, os requisitantes de outras áreas possuem acesso direto aos catálogos dentro do marketplace corporativo, e conseguem buscar pelos itens, já negociados, que estão autorizados a comprar, definidos pela política interna da empresa. A experiência é semelhante à de qualquer loja online, adicionando os itens ao carrinho e com a possibilidade de gerar diversos pedidos de categorias distintas, em minutos. Essa agilidade consegue reduzir significativamente o lead time, uma vez que o próprio solicitante já emote seus pedidos, sem a intervenção do comprador.

Compra de indiretos: conheça o case de uma empresa que ganhou eficiência com um marketplace B2B

No início deste artigo, comentamos que os marketplaces para a compra de indiretos vêm se popularizando e algumas empresas já aderiram a esse novo modelo de negociação. Então, agora que você já sabe como esse ambiente funciona, trouxemos um exemplo de onde ele foi posto em prática.

Um dos clientes da Nimbi, uma grande empresa do setor energético que conta com mais de 150 unidades em todo o país, tinha o problema recorrente da sobrecarga dos compradores. A companhia tem um grande volume de aquisições, então, agilizar a compra de indiretos era uma questão bastante urgente.

Ao implementar o marketplaceB2B, em fevereiro deste ano, foi concedido acesso à plataforma para mais de 50 usuários adquirirem materiais de escritório e laboratório. Ficou determinado que aquisições de até um determinado valor poderiam ser feitas diretamente pelas unidades. As que ultrapassassem o estabelecido, deveriam ser acompanhadas pela área de compras central.

Ao mesmo tempo que a capilaridade das operações garantiu agilidade, todas essas aquisições ficam centralizadas em um único lugar. Isso possibilita à empresa construir uma base de dados importante, que unifica os históricos e ajuda a otimizar a avaliação e gestão dos fornecedores e itens.

Viu como um marketplaceB2B pode potencializar a sua área de suprimentos? Ao automatizar boa parte do trabalho operacional que envolve as compras de indiretos, a equipe ganha tempo para poder se dedicar ao que, realmente, importa para o negócio. Não é à toa que essa inovação pode se tornar uma parceira estratégica para a sua empresa. Leia o artigo Como garantir eficiência na área de compras com a tecnologia de E-procurement da Nimbi e saiba mais!

Compartilhar: 

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin