Roteirizador logístico: como essa funcionalidade contribui para a diminuição dos custos de fretes?

roteirizador logístico

No dia a dia dos embarcadores, não são poucas as questões que exigem cuidado. Porém, dentre todas, certamente uma delas é prioridade: a busca pela redução de custos. Embora um bom sistema TMS consiga auxiliar os gestores a perderem menos tempo com os processos, não é apenas na criação das viagens que estão os gargalos que encarecem o frete. O roteirizador logístico é a ferramenta ideal para fazer com que as entregas sejam mais eficientes e menos custosas.

Acontece que, nem sempre, esse sistema é utilizado como deveria. Até porque, em muitos casos, ele precisa ser adquirido à parte, o que eleva os investimentos na logística. Por essa área não ser o core business dos embarcadores, é comum que a alocação de recursos seja mais modesta.

A boa notícia é que os TMSs mais modernos já contam com o roteirizador logístico integrado, evitando a compra de um programa extra. Nessas novas plataformas, é possível construir uma verdadeira torre de controle, onde o gestor tem acesso a dados precisos sobre os melhores trajetos. Neste artigo, mostraremos como essa funcionalidade ajuda na redução de custos dos embarcadores. Acompanhe!

Como o roteirizador logístico pode reduzir os custos dos embarcadores com frete

A Logística 4.0 chegou com força no setor de transporte rodoviário de cargas. Mais que automatizar tarefas, as inovações disponíveis para transportadores e embarcadores visam a otimizar os processos. E para quem lida com os preços cada vez mais altos dos fretes, isso se traduz facilmente em economia. Ela acontece tanto pela redução de erros, bastante comuns quando há intervenção humana, quanto pelo fornecimento de dados. Com eles, os gestores podem monitorar os indicadores de performance certos em busca de pontos de melhoria.

O roteirizador logístico, por exemplo, utiliza as informações angariadas nas viagens para planejar rotas mais inteligentes. Abaixo, você verá como essa ferramenta consegue ajudar a diminuir os custos envolvidos no frete.

1. Assegura o melhor planejamento logístico

Na hora de planejar o transporte de mercadorias, esses dados são extremamente valiosos. Trajetos que tenham gerado alguma ocorrência em relação à segurança da carga ou do motorista, por exemplo, devem ser considerados nos próximos planejamentos. Assim como permite otimizar a distribuição das cargas.

Isso é possível porque os roteirizadores logísticos de ponta utilizam algoritmos que consideram:

  • limite de valor por viagem e de entregas por veículos;
  • características da operação e paletização dos SKUs;
  • restrições dos clientes e critérios geográficos;
  • janelas de coleta e entrega;
  • disponibilidade de frota;
  • além da tabela de frete.

Ainda, dão acesso à visibilidade de entregas fracionadas, que passam por pontos de apoio (XD, CD e etc.). Com base em tantas informações, o roteirizador logístico consegue planejar trajetos mais eficientes.

2. Melhora a taxa de carga de retorno

Para aqueles que não são adeptos do modelo 3PL e transportam via frota própria, é preciso pensar também na carga de retorno. Um desafio bastante comum no setor de transporte rodoviário de carga é os caminhões que saem lotados, com um cronograma bem definido, mas retornam vazios. Ou seja: na volta, estão apenas gerando despesas, não lucro. Dá até para considerar que esse veículo está ocioso, visto que a sua capacidade está sendo subaproveitada.

Para solucionar isso, mais uma vez, a tecnologia tem sido a grande aliada dos gestores. O planejamento com o auxílio de roteirizadores logísticos ajuda a aumentar a produtividade da frota, utilizando-a de maneira estratégica.

3. Diminui os custos na estrada

Com uma rota bem planejada, é natural que vários dos custos envolvidos na viagem diminuam. Afinal, encurtar os trajetos, tornando-os mais eficientes, implica em menos consumo de combustível e gastos com manutenção dos veículos. O roteirizador logístico também auxilia na definição da jornada do motorista. Isso porque ele consegue gerenciar os horários, incluindo as paradas para descanso.

Como você pôde perceber, um bom roteirizador pode ser responsável por reduzir muitos dos custos relacionados aos fretes, além de otimizar vários processos de gestão da logística. Porém, é necessário que, assim como essa ferramenta, todos os outros processos estejam ancorados em tecnologias eficientes. Por isso, a melhor opção é contar com um sistema de controle completo, que consiga suprir todas as necessidades do embarcador em uma só plataforma.

Agora que você já sabe como um roteirizador reduz seus custos logísticos, leia o artigo “Como o NIMBI Transporta pode ajudar na gestão de entregas da sua empresa?“. Nele, você verá o que um dos TMSs mais completos do mercado oferece para a sua área logística.

Compartilhar: 

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin